Código de Conduta

Nosso compromisso em manter atitudes éticas

Como organizador ou participante da Agile Brazil, eu me comprometo a seguir a política Anti-Assédio da Agile Alliance Brazil durante qualquer evento ou atividade relacionada à instituição ou à conferência. Em suma, me comprometo a:

  • Respeitar todos igualmente independentemente de cor de pele, gênero, aparência, crença, opção sexual, nacionalidade ou condições financeiras.
  • Não assediar ninguém de qualquer forma que seja: verbalmente, sexualmente, fisicamente, moralmente ou qualquer outro tipo de assédio.
  • Não incentivar ou participar de atividades discriminatórias ou que estimulem assédio.
  • Relatar qualquer assédio ou incentivo a assédio que presenciar a organizadores do evento ou membros da Agile Alliance Brazil, para que as devidas providências sejam tomadas.

Somos uma comunidade que preza pelo bem-estar de todos e queremos garantir que todos se sintam à vontade ao redor de outros membros da comunidade.

Política Anti-Assédio da Agile Alliance Brazil

As conferências da Agile Alliance Brazil foram criadas para networking e colaboração na comunidade de desenvolvimento de software.

Nós valorizamos a participação de cada membro da comunidade Agile Alliance Brazil e queremos que todos os participantes tenham uma experiência agradável e edificante. Assim, espera-se que todos os participantes mostrem respeito e cortesia aos outros participantes durante a conferência e durante todos os eventos dela, seja patrocinado oficialmente pela Agile Alliance Brazil ou não.

Para clarificar o que é esperado, todos os participantes, palestrantes, expositores, organizadores e voluntários em qualquer evento organizado pela Agile Alliance Brazil estão obrigados a seguirem a seguinte Política Anti-Assédio, que será aplicado durante todo o evento.

A Agile Alliance Brazil está comprometida em promover uma conferência com uma experiência livre de assédios para todos, independentemente de sexo, orientação sexual, deficiência, idade, aparência física, tamanho ou peso do corpo, raça e religião. Nós não toleramos qualquer forma de assédio dos participantes ou organizadores da conferência.

Toda a comunicação deve ser apropriada para um audiência profissional, incluindo pessoas com diferentes níveis e experiências técnicas. Imagens e termos com conotação sexual não são apropriados em qualquer local da conferência, incluindo nas palestras.

Assédio inclui agressão verbal, imagens com conotação sexual em espaços públicos, intimidação deliberada, perseguição, assédio fotográfico ou videográfico, constante interrupção de palestras ou em outros eventos, contato físico impróprio e atenção sexual indesejada.

Quando um(a) participante for solicitado(a) a interromper qualquer assédio, é esperado que o(a) mesmo cumpra a solicitação imediatamente.

Expositores no salão de exposição, patrocinadores, vendedores ou qualquer atividade similar também estão sujeitos à essa política anti-assédio. Em particular, expositores não podem usar imagens, atividades ou qualquer outro material com conotação sexual. A equipe de apoio dos stands e da conferência (incluindo voluntários) não podem usar roupas/uniformes/fantasias com conotação sexual ou criar qualquer tipo de ambiente com esse fim.

Seja cuidadoso com as palavras que escolhe. Lembre-se que piadas sexistas, racistas ou de qualquer outro tema discriminatório, podem ser ofensivas para alguém perto de você. Xingamentos excessivos e piadas ofensivas não são apropriadas. Seja gentil com os outros. Não insulte ou magoe outros participantes. Comporte-se profissionalmente.

Participantes que violarem essas regras poderão ser convidados a deixar a conferência sem reembolso a critério do Diretor Executivo da Agile Alliance Brazil, do Presidente do Board da Agile Alliance Brazil ou do Presidente da Conferência.

Obrigado por ajudar a construir um evento receptivo e amigável para todos.

Informações de Contato

Se você se sentir vítima de assédio, perceber que outra pessoa está sendo assediada, ou tiver qualquer outra preocupação, por favor contate um membro da organização da conferência. Você pode também entrar em contato com alguém da empresa de eventos e pedir para falar com o Diretor Executivo da Agile Alliance Brazil ou Presidente do Board da Agile Alliance Brazil ou o Presidente da Conferência.
Se o assunto for especialmente urgente, favor entrar em contato ou ligar para qualquer um desses indivíduos:

  • Diretor Executivo e/ou Presidente do Board da Agile Alliance Brazil pelo email brazil@agilealliance.org ou no espaço da aliança no evento.
  • Comitê organizador do evento e grupo de voluntários pelo evento identificados com crachá e camisetas informados na abertura do evento.
  • Segurança do local do evento no próprio local.

Organizadores da conferência sempre poderão ajudar participantes a entrar em contato com seguranças do local ou a polícia, prover escoltas, ou ajudar quem se sentir vítima de assédio de qualquer outra forma a se sentir seguro(a) durante a conferência. Nós valorizamos sua presença.

Procedimento para Lidar com Assédio

  • Procedimentos para participantes que lidam com um incidente

Este procedimento foi adotado a partir do guia criado pela Iniciativa Ada intitulado “Anti-assédio para Conferências/Respondendo a Ocorrências” (em Inglês).

Os organizadores estão preparados para lidar com incidentes e estão informados da política anti-assédio e do guia para lidar com assédios na conferência. Haverá uma reunião obrigatória para organizadores no local do evento na qual este guia será reforçado.

Relate o assédio a um membro da organização da conferência - todos as ocorrências e identidades permanecerão estritamente confidenciais, exceto por motivos legais.

Quando relatar um incidente aos organizadores, tente dar o máximo de informação possível, mas não entreviste pessoas sobre o incidente - organizadores o(a) ajudarão a escrever o relatório/coletar informações.

São informações importantes:

  • Identificar informações do(a)(s) participante(s) praticando o assédio;
  • O comportamento que foi inadequado;
  • O horário aproximado do comportamento (se diferente do horário do relato);
  • As circunstâncias do incidente;
  • Outras pessoas envolvidas no incidente.

Nossos organizadores estão bem informados sobre como lidar com o incidente e como dar prosseguimento à situação.

Se sentir que sua segurança está comprometida, não hesite a entrar em contato com a polícia local discando 190. Se não possuir um telefone celular, você pode usar um telefone do local do evento ou simplesmente pedir ajuda a alguém da organização. Se todos os presentes estiverem fisicamente seguros, a organização envolverá a polícia ou segurança apenas a pedido da vítima. Se houver suspeita de um ato criminoso, um agente da polícia será contatado.

        Procedimentos para organizadores que lidam com um incidente

Este procedimento foi adotado a partir do guia criado pela Iniciativa Ada intitulado “Anti-assédio para Conferências/Respondendo a Ocorrências” (em Inglês).

Garanta que você tenha um bom entendimento da nossa Política Anti-Assédio, que pode ser encontrada aqui:

Tenha também um bom entendimento do que é esperado de um(a) participante que queira relatar um incidente de assédio. Essas recomendações podem ser encontradas aqui:

Tente obter o máximo de informações possíveis por escrito do(a) relator(a). Se não puder, transcreva você mesmo como lhe foi contado. Informações importantes de serem coletadas incluem o seguinte:

  • Identificar informações do(a)(s) participante(s) praticando o assédio
  • O comportamento que foi inadequado
  • O horário aproximado do comportamento (se for diferente do horário em que o relato for feito)
  • As circunstâncias do incidente;
  • Outras pessoas envolvidas no incidente

Prepare uma resposta inicial ao incidente. A resposta inicial é muito importante e estabelece o nível para as conferências da Agile Alliance Brazil. Dependendo da gravidade/detalhes do incidente, siga as seguintes recomendações:

  • Se houver qualquer ameaça geral aos participantes ou à segurança de qualquer pessoa, incluindo organizadores, chame a segurança ou a polícia;
  • Ofereça um local reservado para que a vítima se sente;
  • Pergunte “Tem algum amigo(a) ou pessoa de confiança que você gostaria que estivesse com você?” (se houver, consiga alguém que possa localizar e trazer essa pessoa)
  • Pergunte “Como posso ajudar?”
  • Forneça uma lista de contatos de emergência se precisarem de ajuda mais tarde;
  • Envolva a polícia ou segurança apenas sob alguma das seguintes condições: a pedido da vítima, caso alguma pessoa presente esteja fisicamente ameaçada ou em caso de ação criminosa.

Aqui estão algumas recomendações do que NÃO fazer como resposta inicial:

  • Não sugira que a pessoa retire a reclamação ou mencione que essa opção é aceitável. Isso sugere que você quer que retirem a reclamação e é, portanto, coercivo. Use frases como “Se estiver OK com isso [manter a reclamação]”, que indicam que continuar é o normal e não é coercivo.
  • Não peça conselho sobre como lidar com a reclamação. Essa é uma responsibilidade dos organizadores.
  • Não ofereça que a vítima e outros envolvidos determinem as penalizações. Essa é uma responsabilidade do Diretor Executivo da Agile Alliance Brazil, Presidente do Board da Agile Alliance Brazil ou Presidente da Conferência.

Assim que algo for relatado a um membro da organização, imediatamente reúna-se com o Diretor Executivo da Agile Alliance Brazil, Presidente do Board da Agile Alliance Brazil ou Presidente da Conferência. O objetivo principal é descobrir o seguinte:

  • O que aconteceu?
  • O que estamos fazendo a respeito?
  • Quem está tomando essas ações?
  • Quando estão tomando elas?

Após a reunião de organizadores e discussão, o Diretor Executivo da Agile Alliance Brazil, Presidente do Board da Agile Alliance Brazil ou Presidente da Conferência, comunicará com o(a) suposto(a) assediador(a). Organizadores não devem entrar em contato com o(a) assediador(a).

Quando falar com indivíduos (aqueles que souberem do incidente, mas não estiverem envolvidos nele) sobre o incidente, é uma boa ideia excluir os detalhes.

Se alguns(umas) participantes ficaram bravos(as) com o incidente, o melhor a se fazer é pedir desculpas a eles(as) pelo incidente ter sequer ocorrido. Se ainda houverem rancores, sugira que escrevam um email ao Diretor Executivo. O email será tratado conforme necessário.

Dependendo do incidente, o Diretor Executivo da Agile Alliance Brazil, Presidente do Board da Agile Alliance Brazil ou Presidente da Conferência pode decidir fazer um ou mais anúncios públicos. Se for necessário, os anúncios serão feitos durante a plenária e/ou outros canais. Ninguém, exceto o Diretor Executivo da Agile Alliance Brazil, o Presidente do Board da Agile Alliance, o Presidente da Conferência ou alguém com autoridade cedida por essas pessoas, deve fazer qualquer anúncio.

Responsabilidades do Diretor Executivo da Agile Alliance Brazil ou Presidente do Board da Agile Alliance Brazil ou Presidente da Conferência

O Diretor Executivo da Agile Alliance Brazil ou Presidente do Board da Agile Alliance Brazil ou Presidente da Conferência entrará em contato com o(a) suposto(a) assediador(a) para informá-lo(a) do que foi relatado sobre ele(a).

O(A) suposto(a) assediador(a) deve ter a chance de fornecer seu lado da história ao Diretor Executivo da Agile Alliance Brazil, Presidente do Board da Agile Alliance Brazil ou Presidente da Conferência. Após isso, se o relato ainda for válido, deixe o(a) suposto(a) assediador(a) saber das ações que serão tomadas contra ele(a).

As seguintes ações poderão ser tomadas quando for determinado que a Política Anti-Assédio foi violada:

  • Dar um aviso ao(à) assediador(a) para que cesse o comportamento e que qualquer outro relato resultará em sanções;
  • Exigir que o(a) assediador(a) evite qualquer interação e proximidade física com a vítima pelo restante do evento;
  • Encerrar prematuramente uma palestra que violar a política;
  • Não publicar vídeos ou slides de uma palestra que violou a política;
  • Não permitir que um(a) apresentador(a) que violou a política apresente outras sessões no evento presente ou no futuro;
  • Encerrar o evento prematuramente;
  • Encerrar as responsabilidades do(a) voluntário(a) assediador(a) e privilégios que tiver;
  • Exigir que o(a) assediador(a) não se voluntarie para futuros eventos da Agile Alliance Brazil (por tempo indefinido ou por um período delimitado de tempo);
  • Exigir que o(a) assediador(a) reembolse qualquer compensação financeira que recebeu (essa deve ser uma condição da compensação quando for oferecida);
  • Exigir que o(a) assediador(a) se retire do evento e não volte mais;
  • Banir o(a) assediador(a) de futuros eventos da Agile Alliance Brazil (por tempo indefinido ou por um período delimitado de tempo);
  • Remover um(a) assediador(a) da membresia da Agile Alliance;
  • Entrar em contato com segurança do local ou polícia local.

Ofereça aos(às) participantes acusados(as) uma forma de pedir uma reconsideração se houver como, mas, até lá, o relatório se mantém. Lembre-se que não é uma boa ideia encorajar um pedido de desculpas do(a) assediador(a).

Licença

Este Código de Conduta foi traduzido e derivado do Código de Conduta da Agile Alliance, que, por sua vez, foi derivado do Wiki de Feminismo Geek, criado pela Iniciativa Ada e outros voluntários, que está licenciado sob uma licença Creative Commons Zero.